Marcus Hemerly
Sobre a terra, antes da escrita e da imprensa, existiu a poesia - Neruda
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Arrogante

​​​​​​Eu não me encontro,
Eu apenas apronto,
Traquino sem lastro,
À medida, até certo ponto.

Despedi-me da face frugal,
Esbanjo excessos sem igual,
Quero, irônico, zombar do tempo,
Contar mentira, fabular como Esopo.

Pergunta o motivo da revolta!
Respondo: Não, não tem volta!
Já perdi o sentimento, toda troça,
Está embatumado em velha choça.

Encarquilhada como meu querer,
Perdeu-se em meio à ilusão,
Não há mais nada para ver,
Aquiesceu, como banido em prisão...

​​​​​​imagem-google
Marcus Hemerly
Enviado por Marcus Hemerly em 12/06/2018
Alterado em 12/06/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras