Marcus Hemerly
Sobre a terra, antes da escrita e da imprensa, existiu a poesia - Neruda
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


O Corvo da Noite

Escrever poemas ao álcool regados,
Fumaça de cigarros, lumes enevoados,
Estranha antítese, oh! inquieta placidez,
Vem aos poucos embriagar a timidez.

Se inovo em tolo método, "minimalista!"
Por vieses aduncos, talvez, individualista.
Para escrever o que de dentro salta,
Reproduzo feroz sentimento que assalta.

Engole-se forçado o conteúdo regurgitado,
Ideia amorfa, como consciente violado.
A noite lesta e sagaz oblitera a visão,
Quando na solitude, busca-se inspiração.


imagem-google
Marcus Hemerly
Enviado por Marcus Hemerly em 20/06/2018
Alterado em 26/06/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras